quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Reprodução / redes sociais 

O cantor Léo Magalhães, que repercutiu na internet a música Caneta Azul, do maranhense Manoel Gomes, afirmou que não gravará a canção, apesar do sucesso que ela tem feito entre os internautas.

— Caneta Azul se transformou em um grande sucesso. Eu, particularmente, adorei a música. Postei cantando, postei o Manoel cantando — afirmou o cantor em vídeos publicados no Instagram.

Foi aí que ele desfez o boato de que iria comprar os direitos da música.

— Circularam algumas notícias de que eu e meu empresário estaríamos querendo comprar os direitos autorais da música para gravar, mas isso não é verdade, é mentira. A gente deseja muito sucesso ao Manoel, que de uma semana para cá gravou a música cantando (...) e tomara que ele faça mais músicas assim, para a nossa alegria — explicou Magalhães.

Os versos de Caneta Azul falam, melancolicamente, sobre a perda de uma caneta. O vídeo com Léo Magalhães cantando a música foi publicado na última semana. Com a repercussão na internet, Manuel Gomes, que vive no Maranhão e trabalha como vigilante, foi até um cartório para registrar a canção em seu nome. Ele também solicitou o registro de Vou Deixar de Ser Besta, outra composição para a qual almeja o mesmo sucesso. 

Artistas como Rodrigo Faro, Tirullipa e Simaria fizeram suas próprias versões da canção e também publicaram na internet. Diversos memes e recriações em cima da música surgiram no Twitter e Intagram nos últimos dias.

Matéria: Música Gaúcha / ZH
your advertise here
Next article Next Post
Previous article Previous Post