O presidente Jair Bolsonaro não larga sua obsessão pela sexualidade alheia. Segundo o Terra, nesta terça-feira (12) o presidente afirmou que deverá enviar hoje um “projeto federal com urgência constitucional” sobre ideologia de gênero.

Jair Bolsonaro - ideologia de gênero (Foto: reprodução)


Em evento de hasteamento da Bandeira Nacional, com a participação de ministros, Bolsonaro ouviu o pedido de uma criança: “Nós crianças não queremos a ideologia do gênero”. O grupo de crianças tutelado pelo padre polonês Pedro Stepien, ativista antiaborto que costuma comparecer ao Palácio da Alvorada para fazer pedidos ao presidente, estava no evento.

“Nós sabemos que por 11 a 0 o Supremo Tribunal Federal derrubou uma lei municipal que proibia a ideologia de gênero”, disse Bolsonaro. Em 24 de abril, o STF julgou inconstitucional uma lei do município de Novo Gama (GO) que proibia a discussão de gênero nas escolas.

A legislação vedava a veiculação de informações e materiais no ambiente escolar que tratasse sobre ideologia de gênero, uma ideologia que só existe na cabeça da equipe do atual governo, visto que “ideologia de gênero” sequer é uma expressão com significado para a comunidade LGBT.

“Já pedi ontem (segunda-feira) para o Major Jorge, nosso ministro (Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral da Presidência), que providenciasse uma lei federal agora, um projeto, e devemos apresentar hoje esse projeto com urgência constitucional”, declarou o presidente.

Informações: ObservatórioG

Post a Comment

Adicione sua mensagem a todos os comentários aqui!